Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Holly Reader

Opiniões literárias, leituras programadas, desafios, devaneios, TAG's, novidades editoriais, eventos, encontros. Aviso: pode criar dependência a livros :)

Holly Reader

06 de Dezembro, 2016

Seda | Alessandro Baricco

IMG_5384.JPG

 

Este foi o primeiro livro que li do autor italiano. Neste livro mistura liguagem simples e profunda em capítulos curtos. Apresenta uma sensibilidade fora de série e nos pormenores consegue atingir a sublimidade. 

 

Narra uma história que é sustentada ao longo do tempo por pequenas esperanças e alimentada a olhares. Passa uma forte mensagem de sobrevivência e força. A personagem principal vive momentos de felicidade sem se afligir. Contudo, à medida que o final se vai aproximando, recorda aquilo que poderia ter sido enquanto observa a calma de um lago. 

 

Falta-me alguma abertura de pensamentos para com o leitor por parte do personagem principal. Os capítulos curtos acabam por retirar um pouco à experiência de leitura pois quando começam a prender, terminam.

 

Penso que a história tem potencial por revelar por parte das suas personagens que poderiam ser mais desenvolvidas.

 

Gostei, mesmo assim, da forma de escrever do autor e da sua história delicada como o título indica.

 

Hervé Joncour não se mexeu, olhava apenas para aquele imenso braserio extinto. Atrás de si, estendia-se uma estrada de oito mil quilómetros. E diante de si o nada. De repente, viu aquilo que pensava ser invisível. O fim do mundo.

 

Minha pontuação no Goodreads: 3*

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.