Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Holly Reader

Confissões de uma bookaholic.

Holly Reader

Confissões de uma bookaholic.

Quem disser o contrário é porque tem razão | Mário de Carvalho

IMG_6046.JPG

 

Terminei este livro há uns dias e continuo em condições de dizer que é espectacular. No meu caso o tema interessava-me, mas posso dizer que vale a pena mesmo para quem não tem interesse em escrever ficção.

 

O autor leva-nos numa viagem pela história da literatura tomando como exemplo a forma como grandes autores (Eça de Queirós, Jorge Luis Borges, Umberto Eco, etc) escreveram as suas obras. É importante referir que o autor nos dá bases teóricas e bastantes bons exemplos sem nunca dizer as palavras "nunca façam assim..." ou "façam sempre assim...", não existem formúlas e o caminho serve para ser percorrido por cada um. Faz, no entanto, algumas advertências acerca de quais poderão ser os caminhos mais sinuosos, mas nada nos impede de os percorrer. 

 

Gostei muito porque aprendi imenso quase sem me aperceber, devido à forma como o próprio autor escrever, com vocabulário por vezes um pouco complexo (o que também foi uma aprendizagem) mas muito divertido. Com certeza vou abrir muitas mais vezes este livro.

 

"Pensar que se fica apto a escrever depois de ler um compêndio de escrita criativa é o mesmo que julgar que se passa a dominar uma língua após ter comprado um dicionário."

 

Minha pontuação no Goodreads: 4*

 

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Unboxing - Livros de prenda

Leituras para dezembro

A ler

Leitura Clube dos Clássicos Vivos

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
googlecdc89504237ee3fc.html