Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Holly Reader

Opiniões literárias, leituras programadas, desafios, devaneios, TAG's, novidades editoriais, eventos, encontros. Aviso: pode criar dependência a livros :)

Índice médio de felicidade | David Machado

IMG_6077.JPG

 

Que livro fantástico, são as primeiras palavras que me ocorrem. Apetece-me recomendá-lo a toda a gente! Conta-nos uma história tão actual e tão verdadeira que é impossível ficar indiferente. O personagem principal, Daniel, fez-me logo segui-lo na sua aventura e torçer sempre por ele. Muito resumidamente, conta a história de um homem que se vê desempregado, longe dos filhos e mulher e enquanto um dos seus melhores amigos está preso, outro não sai de casa há mais de uma década.

 

A história é contada como um diálogo interior que o Daniel tem consigo próprio (mas finge ser para Almodôvar, o seu amigo que está preso).

 

A escrita do autor é vibrante e cheia de energia, tal como o personagem principal. Tudo começa com uma pergunta: "Numa escala de 0 a 10, quão satisfeito se sente com a vida no seu todo?", os números vão variando ao longo do livro porque a própria interpretação da pergunta e de todas as variáveis que a compõem também se vai alterando. No fundo, poderemos reduzir tudo aquilo que vivemos e somos a um só número?

 

"Importa isto: eu acreditava na possibilidade de refazer tudo, agarrar de novo as partes da minha vida que se tinham soltado, ajustá-las mais e melhor ao meu corpo."

 

Minha pontuação no Goodreads: (ainda a tentar decidir) 

 

2 comentários

Comentar post